Frente Brasil Popular confirma Greve Geral no dia 30 de junho

 

A seção baiana da Frente Brasil Popular confirmou, na última segunda-feira (13/06), a realização de uma greve geral no Brasil no próximo dia 30 de junho, em mais um protesto contra as reformas do governo Temer e por eleições diretas para presidente. Em Salvador haverá paralisações durante 24h e a tradicional passeata saindo do Campo Grande, a partir das 15h.

O dia 20 de junho foi escolhido como o Dia Nacional de Mobilização para a Greve Geral, de forma a conclamar a população para a resistência ao governo. Uma passeata para esse dia foi marcada, com concentração também no Campo Grande, às 15h.

Abaixo, a íntegra da nota enviada pela FBP, que inclui, também, a mobilização para o 2 de Julho, dia da independência da Bahia.

 

O BRASIL VAI PARAR

GREVE GERAL DE  24 HORAS NO DIA 30 DE JUNHO

NÃO ÀS REFORMAS – DIRETAS JÁ

 

O usurpador Temer, apoiado por ACM Neto, tem apenas 3% de aprovação. A aliança PMDB, PSDB e DEM jogou o  país no  caos, esfacelou a economia e está entregando nossas  riquezas aos estrangeiros. O resultado é desemprego em massa, muita violência e corrupção. Mesmo desmoralizados na opinião pública, os golpistas insistem em acabar com  aposentadoria e com os direitos trabalhistas, como fériais, 13º e FGTS. Não aceitaremos.  No dia 30 de junho vamos repetir o sucesso da Greve Geral do dia 28 de Abril, quando o Brasil parou de norte a sul.

Todos devem participar das assembleias de suas categorias e dos piquetes que teremos espalhados pela cidade. E a partir das 15h teremos PASSEATA com concentração no Campo Grande. Exigimos também eleições Diretas Já. 89% dos brasileiros querem votar para presidente como saída para a crise.

 

20 DE JUNHO – DIA NACIONAL DE MOBILIZAÇÃO

PASSEATA – 15H – SAÍDA DO CAMPO GRANDE

Antes da Greve Geral faremos um dia de luta em todos os estados. Será o esquenta para a grande paralisação do dia 30/06. Além das manifestações de trabalhadores durante o dia, tomaremos as ruas à tarde para dizer não ao fim da previdência e da CLT, e que não aceitamos o congresso mais corrupto da história eleger o próximo presidente. Somente um presidente com respaldo das urnas terá legitimidade para tirar o País da crise.

 

2 DE JULHO

Na data da independência da Bahia, manteremos o pique da mobilização e ocuparemos as ruas para levar as bandeiras do Fora Temer, Diretas Já e contra as reformas regressivas. Ponto de encontro: estátua de Maria Quitéria, às 8h.

 

Frente Brasil Popular – Bahia

12 de Junho de 2017

Textos Relacionados
Deixe seu recado