Daniel e Alice lamentam aprovação da reforma da Previdência na Câmara

Os dois deputados federais do PCdoB da Bahia, Daniel Almeida e Alice Portugal, lamentaram a aprovação, em primeiro turno, da proposta de reforma da Previdência, na última quarta-feira (10/07), na Câmara dos Deputados. Os parlamentares, que votaram contra o projeto, assim como toda a bancada comunista no Congresso, criticaram o texto aprovado, que, para eles, penaliza os mais pobres e vai inviabilizar a aposentadoria de milhões de brasileiros.

Alice Portugal também fez críticas à forma como a matéria passou pela Casa legislativa, tendo sido identificada, inclusive, compra de votos pelo governo Bolsonaro. “Os métodos usados para essa conquista no primeiro turno estão sendo amplamente divulgados pela imprensa, que foram as antecipações de emendas parlamentares num valor exacerbado e contratos ilegais do Ministério da Saúde. Nós votamos contra a proposta por entender que é um texto injusto e que tira direitos do povo”, disse.

Líder da bancada do PCdoB na Câmara, Daniel lembrou da discussão da reforma trabalhista, que também foi apresentada como uma solução para a economia. “Dizem que a reforma [da Previdência] é o remédio para salvar o doente. Diziam exatamente isso há dois anos atrás, quando debatíamos a reforma trabalhista, que era pra gerar emprego, para destravar a economia. A economia está em recessão e o desemprego aumentou”.

Apesar da aprovação, Alice garantiu que a Oposição continuará lutando para reduzir os danos na votação dos destaques. “Continuamos mobilizados para, quem sabe, ainda derrotarmos a reforma no Senado, porque as iniquidades e o drama social que esta reforma promoverá ainda são incalculáveis”, finalizou.

Textos Relacionados
Deixe seu recado