Dólar fecha a R$ 4,47, renovando recorde histórico

O dólar voltou a renovar seu recorde histórico na última quinta-feira (27/02). A moeda norte-americana encerrou o dia cotada a R$ 4,4751, com alta de 0,7%. Trata-se da maior cotação desde a implementação do Plano Real. Na máxima do dia, o dólar chegou a R$ 4,70. O Ibovespa encerrou em queda de 2,59%, após fechar em queda de 7% na quarta (26).

Os investidores reagem a notícias sobre o avanço do surto de coronavírus, com a confirmação de um caso no Brasil em um morador de São Paulo de 61 anos que esteve na Itália. No país europeu também foram confirmados casos autóctones, de pessoas que não haviam viajado para o exterior. Nos Estados Unidos, uma mulher que também não viajou testou positivo.

Antes da escalada de preocupação em relação ao vírus, o cenário doméstico já preocupava investidores. Há apreensão em relação ao crescimento abaixo das expectativas em 2019. O Produto Interno Bruto (PIB) não deve subir mais que 1% e números de novembro e dezembro apontaram retração da indústria e do varejo no Natal.

Também há dúvidas quanto à capacidade do governo de Jair Bolsonaro de entregar as reformas prometidas por Paulo Guedes. Nesta quarta-feira, o cenário se tornou mais incerto, após a jornalista Vera Magalhães, do Estadão, revelar que o presidente da República disparou para contatos no WhatsApp um vídeo convocando a população para manifestação contra o Congresso Nacional no próximo dia 15 de março.

 

Do Portal Vermelho

Textos Relacionados
Deixe seu recado