“Falta de comando”, diz Daniel sobre demissões no governo Bolsonaro

O deputado federal Daniel Almeida (PCdoB-BA) defendeu, em entrevista ao portal Bocão News, que a saída de Joaquim Levy da presidência do BNDES agrava a crise política criada, segundo ele, pelo próprio governo de Bolsonaro. Levy pediu demissão do cargo após declarações públicas de Bolsonaro consideradas por ele como ofensivas.

“Bolsonaro não tem apreço a projeto nacional, a dados técnicos e tenta afirmar o discurso de ódio que o levou a presidência. Isso só faz aumentar a crise do governo dele, afasta a possibilidade de o Brasil sair da crise econômica”, afirmou Daniel Almeida.

A insatisfação de Bolsonaro com Levy teria se dado após o presidente do BNDES ter se recusado a demitir o diretor de Mercado de Capitais, Marcos Barbosa Pinto, que é apontado como ligado à esquerda.

“É mais um episódio de desagregação, de falta de comando, de rumo do governo. E acho que isso está no contexto de tentativa de Bolsonaro de afirmar seu discurso de cunho ideológico. As demissões são motivadas por razões de caráter ideológico”, avaliou Daniel.

O parlamentar ainda lembrou da demissão do presidente dos Correios, general Juarez Cunha, que teria ligações com pessoas de esquerda.

Textos Relacionados
Deixe seu recado