Gleisi Hoffmann: Bolsonaro fala do PT pra não falar do Queiroz

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, rebateu Jair Bolsonaro (PSL), depois que o ex-presidente afirmou, ao comentar a prisão de Cesare Battisti, que o italiano é aliado é companheiro “de um dos governos mais corruptos que já existiram do mundo”, em referência ao partido. Para Gleisi, Bolsonaro insiste em criticar o PT para desviar o foco do caso de Fabrício Queiroz e de outras polêmicas envolvendo integrantes do governo.

“Ao invés do Bolsonaro falar tanto do PT deveria se empenhar em acertar seu governo que comete erros em série. Mas entendo, falar mal do PT é pra não falar do [Fabrício] Queiroz, do caixa dois do Onix [Lorenzoni, ministro-chefe da Casa Civil] , das nomeações de parentes e amigos”, afirmou a presidenta do PT.

Queiroz é ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro, filho do presidente, acusado de atuar como laranja, depois que foi identificado pelo Coaf através de uma movimentação suspeita de R$1,2 milhão. A movimentação contou, inclusive, com um repasse de R$ 24 mil à primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Textos Relacionados
Deixe seu recado