Jornalistas baianos lançam manifesto pela liberdade e democracia

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Bahia (Sinjorba) publicou, em nome dos jornalistas do estado, um manifesto em defesa da liberdade de pensamento e da democracia no Brasil. A manifestação, neste período de eleições, se deu pela ameaça que o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem demonstrado ser, através de declarações próprias ou de aliados, ao Estado Democrático de Direito.

No manifesto, os profissionais de imprensa ainda conclamaram a sociedade ‘a exercer livremente’, no próximo domingo de eleição (28/10), “seu direito de escolha pela vida, pela liberdade, pela democracia, pelas conquistas e direitos sociais e pela proteção à dignidade da pessoa humana”.

Abaixo, a íntegra do documento:

 

Nós, jornalistas radicados na Bahia, independentemente de distintas posições políticas e ideológicas, vimos a público afirmar nosso inarredável compromisso com a democracia e a nossa determinação de defendê-la em nossos termos com vigor. Há, neste momento, uma ameaça pesada e iminente contra o ambiente democrático em nosso país, representada por um candidato à presidência da República que declaradamente se opõe à continuidade das conquistas sociais dos anos de redemocratização, à consolidação dos direitos humanos e do respeito à diversidade do povo brasileiro.

Um candidato que faz a apologia da violência e propõe, como simplória política de segurança, armar indiscriminadamente a sociedade; que nega os horrores da ditadura civil-militar de 1964-1985, não se peja de fazer o elogio da tortura e apresenta como seu livro de cabeceira a obra de um torturador reconhecido como tal em todos os documentos formais produzidos sobre o período, do Brasil, Nunca Mais, da Comissão de Justiça e Paz, ao Relatório da Comissão Nacional da Verdade.

Entendemos que somente no ambiente democrático viceja a liberdade de pensamento e de expressão, condição sine qua non para a prática de um jornalismo republicano e vigoroso, essencialmente comprometido com a busca da informação verdadeira em qualquer suporte, um direito inalienável da sociedade em seu conjunto. 

Só na democracia, os profissionais do jornalismo, que por definição estão, acima de tudo, empenhados na busca da verdade factual, que tantas vezes contraria interesses poderosos, podem dispor da liberdade e da segurança para exercer integralmente o seu ofício.

Assim, diante das ameaças cada dia mais aterradoras e diretas à democracia brasileira, vimos conclamar a sociedade e cada pessoa neste país a exercer livremente, no próximo domingo,  28 de outubro, seu direito de escolha pela vida, pela liberdade, pela democracia, pelas conquistas e direitos sociais e pela proteção à dignidade da pessoa humana.

 

Salvador, 22/10/2018.

 

Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba)

Marjorie da Silva Moura

Presidente

Textos Relacionados
Deixe seu recado