Notícia

PCdoB-Ba conclama militância para mobilizações em defesa da democracia

9 março, 2016

Em um comunicado direcionado aos dirigentes partidários, nesta quarta-feira (09/03), o Comitê Estadual do PCdoB conclamou o engajamento da militância comunista nas mobilizações que acontecem em todo o País, em defesa da democracia. A carta explica que as ações deverão ser uma resposta para as ameaças de golpe, potencializadas pela condução coercitiva do ex-presidente Lula, feita pela Polícia Federal e autorizada pela Justiça, na última semana.
“O momento requer mobilização total de nossas forças. Vamos ocupar ruas e praças pra evitar o golpe”, diz um trecho da nota. Além de conclamar a participação, principalmente, nos atos marcados para os dias 18 e 31 deste mês, o Partido também orientou a militância a não entrar em confronto com a oposição, nos protestos que acontecerão no próximo domingo (13).
O comunicado é assinado pelo presidente estadual, Daniel Almeida, e pelo secretário de Movimentos Sociais, Geraldo Galindo. Confira a íntegra do texto:
— —
Aos dirigentes do PCdoB
 
MOBILIZAÇÃO TOTAL NA LUTA CONTRA O GOLPE – 18 DE MARÇO É POVO NA RUA
 
A Frente Brasil Popular, da qual o partido faz parte, programou um calendário de mobilizações para o enfrentamento ao golpe em curso  e em defesa da soberania nacional e dos direitos sociais. O sequestro do presidente Lula foi mais uma prova dos objetivos da Lava Jato de derrubar o governo e desmoralizar a principal liderança popular do Brasil. O clima de radicalização política se intensifica. Estamos convocados neste momento crucial da luta de classes no Brasil a ocupar as trincheiras da resistência para impedir o golpe.
No dia 18/03 está prevista a realização de atividades em todas as cidades  onde for possível. Aqui na Bahia, o partido nos municípios, especialmente nas maiores cidades, deve articular os movimentos sociais e partidos aliados para organizar os atos. Plenárias de movimentos sociais devem ser organizadas imediatamente.  Em Salvador, teremos o ato principal, para o qual devemos trazer delegações de cidades que reunir condições, especialmente da região metropolitana.
100 MIL EM BRASÍLIA – No dia 31/03 vamos levar as bandeiras dos movimentos sociais à capital e deixar claro para os golpistas que o povo brasileiro não aceitará passivamente o rompimento com a legalidade democrática.
SOBRE O  13/03 – No dia  das passeatas das forças golpistas o partido orienta não haver movimentações que levem a confrontos que podem servir aos interesses do consórcio oposicionista.
Conclamamos a todos os dirigentes partidários a colocarem na ordem do dia a  prioridade a luta em defesa da democracia. O momento requer mobilização total de nossas forças. Vamos ocupar ruas e praças pra evitar o golpe.
 
Salvador –  09 de Março de 2016
Daniel Almeida  – Presidente
Geraldo Galindo – Secretário de Movimentos Sociais.  
 
 
 
 

PCdoB - Partido Comunista do Brasil - Todos os direitos reservados