Notícia

TRE arquiva processo de crime eleitoral contra Daniel Almeida

1 abril, 2015

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) publicou no Diário Oficial da última segunda-feira (30/3) o pedido de arquivamento, por falta de provas, do processo movido pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) contra o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB-BA). O parlamentar foi denunciado por supostas ilegalidades durante as eleições do ano passado.
Ao analisarem o caso, os juízes da Corte baiana seguiram, em unanimidade, o entendimento do relator, Cláudio Cesare, que, ao votar, afirmou que as provas testemunhais colhidas não comprovaram nenhuma ilegalidade, “conforme reconhecido em sede de alegações finais pelo próprio Ministério Público Eleitoral”.
Na época da denúncia, o deputado contestou e exigiu apuração das denúncias. Reeleito com 135.382 votos, Daniel apresentou um farto material que justificou a idoneidade. “Sempre me pautei pela ética. Fiz minha campanha dentro dos parâmetros legais e nunca deixei de confiar na Justiça”, destacou.
O parlamentar analisa a possibilidade de voltar à Justiça para pedir reparação aos danos causados à imagem. “O promotor de Irecê fez uma denúncia desprovida de qualquer embasamento e passou a ter um caráter calunioso”, declarou Daniel.
 
Com Ascom/ Daniel Almeida

PCdoB - Partido Comunista do Brasil - Todos os direitos reservados