Notícia

UJS-Itabuna repudia projeto de Eduardo Cunha e pede a sua cassação

25 novembro, 2015

A União da Juventude Socialista (UJS) do município de Itabuna, no Sul da Bahia, manifestou repúdio ao Projeto de Lei 5069/2013, de autoria do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que pretende dificultar a prática do aborto nos casos de estupro. A entidade exige, ainda, a cassação de Cunha, que também preside a Câmara dos Deputados.
O parlamentar é acusado de participação em um esquema de corrupção que teria lhe rendido US$ 5 milhões, como propina em um contrato da Petrobras. Recentemente, foram descobertas contas secretas dele na Suíça, para onde teriam sido transferidos os valores conseguidos ilicitamente.
“Sua permanência [de Eduardo Cunha] no cargo é uma afronta à sociedade brasileira, pois ele possui contas secretas na Suíça, denunciadas pelo Ministério Público da Suíça, para onde é extraviado dinheiro público e privado”, diz um trecho do documento divulgado pela UJS-Itabuna.
A entidade também manifestou apoio à presidenta Dilma Rousseff, pois “não há nenhuma acusação de crime ou falta grave que motive a interrupção do seu mandato”, finaliza a nota.

PCdoB - Partido Comunista do Brasil - Todos os direitos reservados