Presidente do PCdoB Salvador fala da eleição expressiva do partido

O PCdoB deu um salto histórico e comemora uma eleição expressiva na Bahia, com ampliação do número de parlamentares na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal. Para Brasília, foram renovados os mandatos de Alice Portugal e Daniel Almeida e eleito Isaac de Carvalho, que é iniciante no cargo e luta na justiça para reverter a impugnação de sua candidatura.
Já para a Assembleia Legislativa, os 44 candidatos conquistaram ao todo 514.572 votos, que garantiram ampliar a participação de três para cinco deputados: Adalberto Barreto (Dal – empresário bem sucedido da região do Vale do Jiquiriçá); Olívia Santana; Raimundo Tavares (Bobô); Fabrício Falcão e Crisóstomo Lima (Zó).
Para o presidente municipal do PCdoB, Everaldo Augusto, o desempenho eleitoral em 2018 confirmou a força do partido e representou suas lutas históricas. “A expressiva votação, inclusive em Salvador, deve-se à coerência política da agremiação em defender os direitos dos trabalhadores, ao sucesso de gestões nas Secretarias e órgãos que dirige no Governo Rui Costa e ao crescimento partidário na capital e no interior, além de significativa participação entre as mulheres e jovens.”, destacou.
Diversidade, inclusão social e paridade de gênero
Na eleição deste ano o PCdoB, que sempre defendeu a inclusão social e a paridade de gênero e raça, contou com 21 mulheres na disputa estadual (cerca de 35%) e 1/3 para  corrida federal, percentual acima da cota de gênero de 30% exigida por lei. O partido também se destacou pelo número de candidatas e candidatos negros. Dos 44 que concorreram à Assembleia Legislativa, 34 se declararam pretos e pardos, o que representa 78% das candidaturas.
Com marca histórica do respeito à diversidade e à inclusão, a sigla lançou ainda um líder indígena entre os candidatos, o Cacique Aruã, da Aldeia de Coroa Vermelha, do município de Santa Cruz Cabrália.
Everaldo falou ainda dos projetos para 2020. “Nosso objetivo é influenciar cada vez mais nos destinos da cidade. Entre os nossos planos está a apresentação de uma chapa representativa de vereadores, a exemplo do foi feito agora para a eleição de deputado estadual, e oferecer nomes à cidade para a disputa da prefeitura. As urnas indicam naturalmente alguns dos recém-eleitos, como a deputada federal Alice Portugal  e o deputado Daniel Almeida, além de Olívia Santana e Bobô, consagrados nas urnas com mais de 50 mil votos para a Assembleia Legislativa.”, completou.
Textos Relacionados
Deixe seu recado