FBP defende SUS em saudação à 16ª a Conferência Nacional de Saúde

A Frente Brasil Popular (FBP) emitiu uma nota em saudação aos participantes da 16ª Conferência Nacional de Saúde, que acontece desde o último domingo (04/08), em Brasília (DF). Sob o lema Democracia e Saúde, o evento ocorre a partir de um rico processo de debate que mobilizou mais de um milhão de pessoas em todos os municípios brasileiros, em defesa da democracia e o Sistema Único de Saúde (SUS).

Na nota, a FBP reafirma a necessidade das mobilizações em defesa do país e do SUS, e conclamou os conferencistas a se engajarem, também, na luta pela educação, soberania nacional e pela previdência pública. Confira a íntegra da nota:

Essa 16ª Conferência Nacional de Saúde se reveste de grande significado pelo seu alcance e sintonia com os mais profundos anseios populares: vida e liberdade.

O Brasil vive momentos sombrios, marcado pela ascensão de forças ultraconservadoras e reacionárias no poder, ávidas por uma agenda de retirada de direitos, privatização do Estado e das políticas públicas. Estamos diante de um Presidente da República violento, que despreza a democracia, o povo e aposta na divisão da sociedade brasileira. Por isso, eleva a importância de movimentos, a exemplo do processo de construção da 16ª Conferência Nacional de Saúde, que unam o povo em torno de pautas que atendam o bem comum.

A FBP soma-se aos compromissos dos conferencistas de defender o Sistema Único de Saúde (SUS), instituído pelas Constituição de 1988; lutar pela revogação da Emenda Constitucional 95, que congelou os gastos em saúde por vinte anos; atuar para garantir o adequado financiamento do SUS; fortalecer a atenção básica, a Política Nacional de Vigilância em Saúde e valorizar a força de trabalho no SUS. Compreendemos a pauta da saúde tem como fundamento a defesa e preservação da vida, bem mais precioso do ser humano.

A FBP conclama os conferencistas a compor os esforços de mobilizações em defesa da aposentadoria, educação e soberania nacional como parte integrante da luta pela construção do Estado Democrático de Direito, tão atacado no Brasil, simbolizado na prisão de Lula, sem crime, sem prova, sem um processo imparcial e justo.

Dia 13 de agosto estaremos todos nas ruas para barrar a política de morte de Bolsonaro defender a democracia.

 

Viva o SUS público, de qualidade e universal!

Viva a unidade na luta por democracia!

 

Frente Brasil Popular

Textos Relacionados
Deixe seu recado