Morre Paulo Vaz, militante do PCdoB e coordenador da Assufba

 

Os comitês municipal e estadual do PCdoB em Salvador e na Bahia, respectivamente, lamentam profundamente a morte de Paulo Cezar Vaz Santos, 51 anos, ocorrida na manhã desta quarta-feira (04/12), em Salvador. Ele era filiado ao Partido e coordenava o setor jurídico do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia (Assufba).

Atuante nos movimentos sociais, Paulo ainda foi representante dos técnico-administrativos em Educação no Conselho Universitário da UFBA (Universidade Federal da Bahia) e coordenador de Administração e Finanças da Fasubra (Federação de Sindicatos dos Trabalhadores em Universidades Brasileiras). Ele também foi membro efetivo e premiado da ala de compositores do bloco afro Ilê Aiyê.

A deputada federal Alice Portugal, do PCdoB, ex-presidenta da Assufba, destacou a força e a energia de Paulo Vaz para a luta. “Combativo sindicalista, deu grande contribuição na afirmação da ASSUFBA e da FASUBRA. Camarada alegre, do samba, de largo sorriso. Lutou pela vida. Foram muitos dias de internamento e batalha. Deixará grande lacuna”, disse.

A coordenadora de Políticas Sociais e Antirracistas da Assufba e integrante da direção estadual do PCdoB, Lucimara Cruz, comentou sobre a perda e destacou uma das principais marcas de Paulo Vaz: a alegria. “O companheiro Paulo deu uma contribuição muito grande para a luta dos técnicos-administrativos das universidades, não só da Bahia, mas do Brasil. Ele era uma pessoa muito querida pela alegria que trazia pra luta, mesmo nos momentos mais duros. É uma grande perda, principalmente nesse momento sombrio”, disse.

Em um comunicado conjunto, a Assufba, a Fasubra e a CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) também manifestaram pesar pela morte e exaltaram a militância de Paulo Vaz. “Como exemplo de luta e inspiração, ele deixa saudades a todos (as) que tiveram o privilégio de conviver e lutar ao seu lado”, diz um trecho do texto.

O velório de Paulo será na sala oito do cemitério Campo Santo, no bairro da Federação, com sepultamento marcado para 10h desta quinta-feira (05).

O PCdoB se solidariza com familiares, amigos e camaradas de luta de Paulo Vaz, ao tempo em que reconhece a inestimável contribuição dada por ele para a construção de uma sociedade mais igual e justa.

Textos Relacionados
Deixe seu recado