Notícia

Alice Portugal: Tirar R$ 2 bi da educação no pós-pandemia é um crime

17 setembro, 2020

A deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA) considera criminosa a intenção do governo Bolsonaro de retirar cerca de R$ 2 bilhões do orçamento da educação para 2021. A parlamentar integra um movimento que tem atuado para impedir os cortes e que reúne 16 Frentes Parlamentares do Congresso Nacional e 70 entidades, movimentos e personalidades ligados à educação.

“Tirar R$ 2 bilhões dos investimentos em Educação, pesquisa e ciência e tecnologia para o ano do pós-pandemia é um crime”, defendeu a deputada baiana. Para ela, a perspectiva de diminuição dos recursos das chamadas despesas discricionárias para a educação coloca em risco o sistema educacional, principalmente em um momento que deverá ser delicado, de pós-pandemia.

Duas das principais agências de fomento da pesquisa no Brasil, CNPq e Capes, por exemplo, estão com seus orçamentos dependentes de créditos suplementares, o que pode comprometer o pagamento das bolsas em 2021.

Um abaixo-assinado eletrônico foi criado para pressionar o governo a desistir dos cortes. Para assinar, clique aqui.

 

 

PCdoB - Partido Comunista do Brasil - Todos os direitos reservados