Notícia

Bancada do PCdoB garante autonomia a estados e municípios na compra de vacinas

24 fevereiro, 2021

A emenda apresentada pelo PCdoB, constando as Medidas Provisórias (MP) 1026/2021, foi aprovada nesta terça-feira (23) na Câmara dos Deputados. O projeto tem como objetivo permitir que estados e municípios brasileiros possam ter planos próprios de imunização contra a Covid-19, diante do fornecimento inadequado de vacinas por parte do governo federal.

Ao argumentar sobre a importância das novas medidas para combater o coronavírus, o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB-BA) afirmou que no país “não há um plano de vacinação, mas há uma atitude irresponsável e criminosa, pois o contágio e o número de mortes estão no pico, e o governo não tem demonstrado capacidade e interesse em prover a vacinação para a população brasileira”.

Outra conquista da Bancada do PCdoB na Câmara foi a retirada da emenda que permitia a venda de vacinas contra a Covid-19 para a iniciativa privada, que foi implementada recentemente pelo governo Bolsonaro, favorecendo quem mais podia pagar e reforçando uma hierarquia de privilégios.

Com todos esses avanços, a deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA), que também participou da votação a favor da MP 1026/2021, comemorou a vitória do Partido Comunista em prol do combate à pandemia no Brasil. “Seguimos trabalhando para garantir imunização para todos e todas e fortalecer o SUS. Salvar vidas tem que ser prioridade”, declarou.

PCdoB - Partido Comunista do Brasil - Todos os direitos reservados